10-10-2015

Os entraves da burocracia



Segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a burocracia e a alta carga tributária são as principais causas para o fechamento prematuro de novas empresas no Brasil; assim como os trâmites que envolvem a abertura de um novo negócio, por exemplo, que demanda tempo e dinheiro.

 




Outro aspecto negativo na burocracia é que ela também influencia na gestão dos negócios, pois gera perdas de até R$ 1 milhão de reais no faturamento das empresas brasileiras, conforme estimativa do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística). 


Mesmo com o aperfeiçoamento da legislação e tributação que aumentaram o número de empresas do Simples Nacional- que cresceu 236% em 2014, ainda existe uma grande dificuldade para administrar uma empresa, pois a burocracia no Brasil tem sido um dos maiores desafios para empresários e gestores financeiros.


Para se ter uma ideia, em países mais modernos que o nosso, como os da UE (União Europeia), o empresário abre uma empresa no prazo de 3 dias úteis, gastando cerca de 100 euros. Já no Chile, que fica aqui na América Latina, desde maio os empresários gastam somente um dia para abrir, fundir ou fechar uma empresa- todos os procedimentos podem ser feitos por meio de uma plataforma online.


Portanto, quando a CDL Manaus entrou de cabeça no Comitê Municipal de Desburocratização com várias outras lideranças empresariais e de classe, foi pensando em todos esses aspectos. Por isso, muitas propostas de modernização e desburocratização dos serviços públicos municipais estão sendo discutidas com o prefeito Artur Virgílio e os secretários envolvidos nos trâmites, desde agosto.


 Através destas propostas, os líderes empresariais criaram uma minuta de “projeto de lei” com uma série de sugestões para contribuir e aperfeiçoar esse processo de desburocratização municipal, que reduzem ao máximo ou acabam com a burocracia na emissão de licenças, certidões e alvarás, além de outros documentos. Pois, com a desburocratização podem-se criar novos empreendimentos, gerar mais empregos e, consequentemente, aquecer a economia amazonense.











ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS

Acesse, siga, dê um curtir. Queremos ficar cada vez mais pertinho de você.





IMPOSTÔMETRO

Saiba o quanto você contribuiu até agora.