CDL Manaus - 13-03-2017

CDL Manaus estima crescimento de 1,5% nas vendas para a Páscoa em 2017



cdl-manaus-estima-crescimento-de-1-5-nas-vendas-para-a-pascoa-em-2017

 

Mesmo com menos lançamentos, lojistas estão otimistas com as vendas para Páscoa deste ano

 

Após ter retração nas vendas de chocolate no período da Páscoa em 2016, o comércio de Manaus aposta em leve melhora para o feriado deste ano. A data comemorativa é o primeiro evento que dá o termômetro do varejo de 2017. Para a Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus) a expectativa é que mantenha o número de vendas ou cresça até 1,5% em relação ao ano passado.

 

A Páscoa deste ano cairá no dia 16 de abril, isso tem animado as empresas do setor. De acordo com o presidente da CDL Manaus, Ralph Assayag, o comércio deve comprar cerca de 36 mil toneladas de chocolates, a mesma quantidade do ano passado. “Esses chocolates são de diversas formas e tamanhos. No ano passado, em torno de 15% dessa quantidade não foram vendidos e foram dados descontos, principalmente, nos chamados ‘quebrados’, que foram vendidos pela metade do valor inicial”, explicou.

 

Segundo o dirigente, 2017 terá menos lançamentos de Ovos de Páscoa, o que contribui para a classe lojista no crescimento das vendas. “Estava tendo uma variedade imensa de opções, algumas empresas tinham mais de 20 tipos de ovos e confundiam o consumidor. Com menos alternativas, as pessoas focam na qualidade dos produtos e os lojistas trabalham para tentar reduzir custo e manter uma boa venda”, declarou.

 

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), o número de lançamentos caiu de 147 no ano passado para 120 este ano. E o número de empresas expositoras no salão de Páscoa deste ano diminuiu de 11 para 9. Elas representam mais de 70% do mercado de chocolate no país.

 

Apesar dessa diminuição no número de lançamentos, houve maior diversificação de produtos para atender à demanda do consumidor, com ovos de variados tamanhos e faixa de preço mais ampla para atender a todos os bolsos. Nos lançamentos, as fabricantes optaram por misturar novos produtos aos tradicionais.

 

Preços e tamanho dos ovos em 2017

 

O presidente da CDL Manaus disse que, os preços dos chocolates são extremamente importantes.  Em anos anteriores, os ovos de tamanho maior eram os que mais vendiam. Em 2016, foi o ovo menor que teve mais saída. “Como o preço dos ovos estavam altos, famílias que tinham, por exemplo, três filhos, compraram os menores e pagaram praticamente o preço se tivessem adquirido um ovo de tamanho maior. Eu acredito que as fábricas vão utilizar as mesmas táticas este ano. Se nós vendermos a mesma quantidade de quilo (36 mil) e o valor permanecer compatível ao do ano anterior, certamente teremos crescimento nas vendas”, explicou Assayag.

 

A Tropical Multiloja informou que reajustou os preços dos materiais para confecção de ovos de páscoa em 2017. De acordo com o proprietário da loja, Allan Kardec Bandeira de Melo, a preparação para este período começou em novembro do ano passado, com os pedidos dos materiais vindos de fora do País. “A Tropical trabalha com o objetivo de levar o melhor preço e as melhores vantagens para os consumidores, principalmente, neste período de Páscoa, que é uma data em que as vendas vêm crescendo a cada ano”, disse.

 

Ainda de acordo com o lojista, a expectativa é que as vendas dos itens sejam de 10% maior em relação a 2016. “No ano passado nós tivemos um aumento de vendas das matérias-primas mesmo em tempos de crise economia. Para 2017, pretendemos aumentar em 10% em virtude de as pessoas procurarem uma renda extra, e esse período é extremamente positivo para isso”, concluiu Kardec.

 

No ano passado, as fabricantes de chocolate apostaram em ovos menores para atender a um público com menos dinheiro para gastar. A média de tamanho de ovos passou de 400 gramas em 2015 para 250 gramas em 2016. Segundo Ubiracy Fonseca, presidente da Abicab, essa média se manteve este ano.

 

Fonseca disse ainda que, em virtude da queda expressiva das vendas no ano passado, as empresas optaram por serem mais conservadoras tanto diminuindo o número de lançamentos como oferecendo em seu portfólio um leque de produtos com menor peso para diminuir o gasto do consumidor.

 

Itens mais vendidos

 

Segundo o encarregado de vendas da Tropical Multiloja, Felipe Sanches, os itens mais vendidos para a confecção dos Ovos de Páscoa são as barras de chocolate de diversos tipos e sabores, embalagens plásticas e os modelos variados de ovos e trufas.

 

Felipe informou que a rede de lojas disponibiliza treinamentos tanto para os colaboradores, quanto para os clientes, afim de estimular o empreendedorismo nos consumidores, quanto a confecção e dicas de como fazer os ovos chegarem com qualidade ao seu público.

 

Menos empregos nesta Páscoa

 

O número de empregos temporários para a data também caiu. Em 2016, a Páscoa gerou 29 mil vagas temporárias, e este ano a previsão é de 25 mil, sendo 15% para a produção e 85% para promoção e cadeia de venda. De acordo com a Abicab, a queda de 4 mil vagas se deu no setor de produção, onde houve reaproveitamento da mão de obra já existente.

 

Em Manaus, o presidente da CDL Manaus declarou que não haverá contratações temporárias para o comércio, o que poderá acontecer, é que os colaboradores das empresas sejam transferidos para outros setores e trabalharem como promotores de vendas. “Isso não vai ultrapassar 100, embora seja uma ação que dura de duas a três semanas, para a CDL não é significativa, porque não vai haver efetividade nenhuma. Nesse momento os empregadores querem economizar custos e tentar repassar o menor custo possível para o preço, e o preço ficando mais baixo é possível vender mais”, relatou Assayag.

 

Em contrapartida, as fábricas como a Lacta, Nestlé e Garoto, abrem vagas temporárias para pessoas interessadas em ganhar um dinheiro extra durante esta época. 6,8 mil temporários serão contratados para área de vendas e promoção.

 

Além dos tradicionais ovos de chocolate e bombons, as fábricas também trabalham na fabricação dos famosos doces caseiros, que na época de Páscoa aumentam sua produtividade também. São muitas donas de casa que encontraram neste período uma forma de garantir o dinheiro no final do mês.

 

Dica de vendas

 

Uma boa dica para quem quer impulsionar as vendas nesse período, é trabalhar com o Marketing. “Quanto mais vitrines arrumadas e que chamem a atenção do consumidor, trazendo o clima de Páscoa às pessoas, com certeza o resultado será maior”, disse o presidente da CDL Manaus, Ralph Assayag.

 

Outra estratégia para aquelas lojas que não trabalham com a venda de chocolate, mas que queiram entrar no clima do feriado, a sugestão é oferecer aos clientes Ovos de Páscoa como brindes, “isso vai trazer repercussão de venda”, ponderou Assayag, dizendo que os lojistas devem usar da imaginação e da criatividade para que possam estimular a economia nesse período.

 

Agência CDL 










ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS

Acesse, siga, dê um curtir. Queremos ficar cada vez mais pertinho de você.





IMPOSTÔMETRO

Saiba o quanto você contribuiu até agora.