CDL Manaus - 29-03-2016

A diferença entre a publicidade e a marca



a-diferenca-entre-a-publicidade-e-a-marca

 

Os empresários na hora de criar a sua empresa contam com especialistas nas mais variadas áreas. Uma das principais é a área de marketing, que serve para criar uma estratégia geral, abrangente de todo o processo de venda e a relação entre o consumidor e a empresa. O dever principal dessa equipe é montar uma estratégia para alcançar o objetivo da empresa e para isso utiliza da publicidade, que pode impulsionar o contato do cliente com o produto a ser vendido. E, é por causa do trabalho dos publicitários que uma empresa consegue a tão almejada fidelização e reconhecimento.

 

Investir em marketing é fundamental, entretanto, os valores aplicados em marketing e propaganda para promover uma marca somam bilhões no orçamento de grandes empresas. O investimento em médias e pequenas empresas. O investimento em médias e pequenas empresas diminui, mas não existe nenhuma empresa que não opta pela publicidade de alguma forma.

 

Além disso, os empresários devem criar uma marca e registrar tanto a marca, quanto os produtos da empresa. “O nome da empresa é um bem como outro. E por isso deve ser resguardado”, afirma a advogada Maria Isabel Montañés, especialista em propriedade intelectual e direito patrimonial da Cone Sul Assessoria Empresarial.

 

A construção de uma marca no mercado consumidor se dá graças à publicidade. Porém. Além disso, a concorrência é uma grande influenciadora na consolidação de uma marca e na produção dos produtos ou serviços da empresa. Já que para superar a concorrência a empresa trabalhará para a excelência de seus serviços ou produtos. Entretanto, quando a concorrência age de maneira desmerecedora, ou até mesmo com intenção de imitar outra marca, ela é ruim para sociedade, pois o consumidor não se agrada quando percebe tal atitude, que agrega um sentimento ruim para com a empresa.

 

E interessante saber que os slogans das marcas não podem ser registrados na lei de propriedade industrial, mesmo que, as vezes, o consumidor associe o slogan a marca, mas outros institutos não permitirão a conduta de empresas que utilizam ou induzem o consumidor ao erro ou desmerecerão outras marcas com certas campanhas publicitárias comparativas.

 

A marca não é apenas um signo visual estático, mas também o DNA da empresa, uma base de informações e crenças que se juntam a marca” desta a advogada. E quem constroi o valor dessa marca no mercado é o marketing. Desde as pesquisas de mercado, o planejamento interno de como a publicidade irá vender essa marca, a criação de um slogan, até o modo como a publicidade irá vender essa marca para o consumidor.

 

Após pesquisas intensas e com o plano de comunicação montando, a publicidade fará a divulgação do produto, com o objetivo de convencer o consumidor de como o produto, com o objetivo de convencer o consumidor de como o produto ou serviço será benéfico para ele. Entretanto, mais importante do que vender o produto, a publicidade é responsável por vender a marca ao consumidor. É nessa interface que se consolida uma marca.

 

Quando a peça publicitária está finalizada e chega até consumidor final, a empresa receberá uma feedback do público para saber se sua marca foi bem aceita e foi compreendida pelo consumidor pelos valores corretos ou se a estratégia do marketing deverá ser alterada.

 

Muitos consumidores compram produtos por acreditarem na marca, nos valores criados ao redor dela. Existem centenas de exemplos nas prateleiras dos supermercados de como um produto se vende pela marca. Ou seja, é imprescindível que o empresário crie uma marca e tenha uma excelente equipe de marketing.

 

Fonte: Dirigente Lojista

 










ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS

Acesse, siga, dê um curtir. Queremos ficar cada vez mais pertinho de você.





IMPOSTÔMETRO

Saiba o quanto você contribuiu até agora.